Siga nas redes sociais

Search

Estudo indica uso de energia fotovoltaica no transporte coletivo de Florianópolis

Levantamento apresentado por Fabiano Gasparin, representante do programa Felicity, indica a utilização de energia fotovoltaica no transporte coletivo de Florianópolis.

O encontro aconteceu na terça-feira, dia 21, na sede da Defesa Civil.

O objetivo é compensar a emissão de gás carbônico dos ônibus e facilitar a inserção de veículos elétricos na cidade.

O Felicity, implementado pela Agência Alemã GIZ e Banco Europeu de Investimento, viabiliza o acesso de projetos de infraestrutura urbana de baixo carbono a financiamentos climáticos internacionais por meio de assistência técnica.

Participaram do encontro pesquisadores do Observatório da Mobilidade Urbana da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e representantes de empresas de transporte coletivo.

Dentre as conclusões prévias do estudo está a instalação de placas fotovoltaicas nas garagens atuais geraria energia suficiente para um projeto piloto com veículos elétricos em uma a três linhas de ônibus na região metropolitana.

O consumo de energia de um ônibus de 13 metros é de 1,7 kWh por quilômetro.

O retorno do investimento no sistema solar com capacidade de 5 kW ocorreria em até 10 anos.

Isso porque, além de utilizar a energia gerada, o excedente retorna à rede de distribuição de energia elétrica, resultando em créditos abatidos da conta de luz.

Segundo dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Santa Catarina é o quinto estado que mais utiliza energia fotovoltaica no país e o sexto maior gerador.

Compartilhe

Redação Economia SC

Tudo sobre economia, negócios, inovação, carreiras e sustentabilidade em Santa Catarina.

Leia também

Receba notícias no seu e-mail