Posthaus supera faturamento de R$ 200 milhões e cresce 10,4%

Por Ana Paula Dahlke, editora-chefe do economiasc.com


Um dos maiores e-commerces do país, o Posthaus, superou R$ 200 milhões em faturamento e cresceu 10,4% no ano passado.

Após uma jornada de dois anos de melhorias nos processos e otimização de custos, a empresa espera repetir a dose este ano, mantendo um crescimento mais conservador, porém contínuo. 

Uma das novidades da empresa, que nasceu em Blumenau, será a inclusão de novas marcas no modelo de lojas parceiras, que vendem seus produtos através da plataforma virtual. 

Além disso, a aposta a partir de março será no modelo marketplace, ampliando a oferta e mix de produtos, o que “deve também resultar em pelo menos três novas grandes parcerias” destaca Thiago Fernando de Zutter, gerente de e-commerce do Posthaus.

Ele destaca que “esse modelo foi experimentado com a inclusão da passarela.com em março do ano passado, passando de 5 para 50 opções de calçados ofertados”.

Atualmente, pelo menos 100 marcas compõem o portfólio da empresa. Metade corresponde ao vestuário adulto e infantil e o restante são calçados. 

Entre os nomes estão: Quintess, Bonprix, Marguerite, Malwee, Lunender, Marisol, Rovitex, Kyly, Brandili, Colcci, Farm, Sawary, Forum e Mormaii.


MERCADO

Outro dado apontado foi que São Paulo, e Sudeste no geral, continua sendo o maior mercado do Posthaus, representando quase metade das vendas (40%), seguido por Sul e Centro-Oeste. 

Porém, não se limitam a essas regiões. Apesar do Norte e Nordeste terem custos logísticos mais caros, Thiago salienta que “a empresa está onde o consumidor está”. 


25% DOS PEDIDOS SÃO VIA APP

Uma das apostas há dois anos foi criar um aplicativo próprio da empresa.

Desde então, já são mais de 1,5 milhão de downloads e ao menos 25% das vendas são feitas em dispositivos mobile. 


FOCO NO ATENDIMENTO

Com objetivo de personalizar cada vez mais o atendimento e fidelizar o cliente, a empresa apostou em internalizar o serviço.

São quatro canais disponíveis para quem compra tirar dúvidas e fazer trocas: chat, telefone, e-mail e WhatsApp

Regina Maria Klehr, supervisora do setor, explica que “o principal desafio é sempre tratar o cliente como se ele fosse único”. 

Para isso, segundo ela, “oferecer um bom atendimento em uma loja virtual é a forma mais eficaz de transformar compradores em clientes frequentes e se diferenciar no mercado”.


DICAS PARA TER UM E-COMMERCE DE SUCESSO

Com mais de 10 anos de experiência na empresa, Thiago destaca abaixo cinco dicas essenciais para um e-commerce de sucesso:

  1. Loja virtual segura, estável e de fácil navegação.
  2. Atendimento ao cliente disponível em mais de um canal, com qualidade acima da média do mercado, e com objetivo de resolver o problema do cliente no primeiro contato.
  3. Reter os bons clientes, sem esquecer de trazer novos.
  4. Acompanhar de perto os números, valores e métricas do negócio
  5. Mix de produtos com preço competitivo, excelentes informações de produto como descrição, fotos, opiniões de quem já comprou.
você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais