Grupo Kyly fatura R$ 460 milhões

Grupo Kyly faturou mais de R$ 460 milhões e cresceu em todos os canais de vendas: multimarcas, varejo, e-commerce e exportação. 

No total, a empresa de Pomerode registrou 18,3 milhões de peças vendidas, volume maior do que o comercializado no ano anterior.

Com cerca de 2 mil funcionários, a empresa gerou mais de 500 novas vagas de emprego no ano passado.

Para 2020, a companhia projeta um crescimento na receita líquida de 8%.

Em dezembro, a empresa inaugurou a sua fiação própria. Resultado de um investimento de R$ 44 milhões, a unidade tornou-se responsável pela produção dos fios para a fabricação das peças de todas as marcas do grupo (Kyly, Milon, Nanai, Amora e Lemon).


Faturamento das lojas Milon tem crescimento de 35%

O faturamento das lojas da marca Milon no ano passado foi de R$ 40 milhões, crescimento de 35% em relação a 2018.

No total, foram comercializadas mais de 700 mil peças.

Além disso, as unidades também registraram uma variação positiva de 27,3% no número de atendimentos.

A Milon iniciou seu processo de expansão por meio das franquias em 2016.

Atualmente, a marca conta com 70 lojas, entre próprias e franquias (20 no Sul, 27 no Sudeste, 10 no Nordeste, nove no Centro-Oeste e quatro no Norte).


Grupo projeta 20% de alta na receita de exportações

Presente em mais de 25 países, entre eles Espanha, Itália e Rússia, o Grupo Kyly projeta um crescimento de 20% na receita com exportações.

Com um mercado já consolidado na América Central e América Latina, a empresa busca agora uma maior presença no mercado europeu.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais