Siga nas redes sociais

Search

Mercado rodoviário já sente queda de procura por passagens de ônibus

A preocupação dos brasileiros com o avanço do coronavírus pelo país já está provocando queda na busca por passagens rodoviárias.

No último final de semana, de 13 a 15 de março, o volume de acessos na plataforma BuscaOnibus, que reúne informações de mais de 200 viações no Brasil e no Mercosul, caiu 11% em relação ao final de semana anterior.

A tendência, aponta o fundador e CEO da empresa, José Almeida, é que a queda se acentue nos próximos dias, não apenas em função do possível agravamento do número de casos de contaminação da doença e as recomendações para evitar aglomerações e ambientes fechados, mas também por um desaquecimento do próprio mercado:

“Alguns de nossos parceiros, viações e agências de viagem online (OTAs), por exemplo, já iniciaram a semana pausando campanhas de marketing”.

Sobre as medidas de prevenção, o diretor afirma que “estamos atuando de maneira instrutiva com nossos usuários, informando sobre as medidas adotadas pelas empresas de transporte, por meio de publicações em nosso blog e redes sociais e também compartilhamos as publicações de parceiros e empresas de ônibus”.

Todos os meses, cerca de 3 milhões de usuários fazem pesquisas sobre horários, trechos e preços de passagens rodoviárias no site da empresa.

Além de bilhetes de ônibus, a plataforma oferece pesquisa multimodal, também com ofertas de viagens de carona e passagens aéreas.

A plataforma atua em parceria com o principais players do mercado, como ClickBus, Guichê Virtual, Quero Passagem, Rodoviária Online, BlaBlaCar, Skyscanner, entre outros.

Compartilhe

Redação Economia SC

Tudo sobre economia, negócios, inovação, carreiras e sustentabilidade em Santa Catarina.

Leia também

Receba notícias no seu e-mail