Siga nas redes sociais

Search

50 indústrias planejam produzir 500 mil protetores faciais

Em torno de 40 a 50 indústrias do país integram uma rede para a produção de face shields, uma proteção facial (espécie de viseira) que auxilia no enfrentamento ao coronaírus.

A meta é produzir 500 mil unidades para doação até o dia 10 de abril, destinando o material aos profissionais da saúde, que devem usar como complemento aos demais itens de segurança, como máscaras, luvas e touca.

Coordenada pelo Senai/SC e Associação Brasileira da Indústria da Ferramentaria (Abinfer), a estratégia começou com a identificação de produtores de moldes e, na segunda etapa, de empresas que fazem a injeção do plástico.

O modelo com injeção termoplástica permite a produção de 360 unidades do suporte por hora.

Estão sendo confeccionados 12 moldes nos estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo e Minas Gerais, e que serão distribuídos para as parceiras que farão a injeção. 

“Essa mobilização tem o objetivo de articular uma rede de empresas da cadeia de fabricantes de moldes e matrizes de seus fornecedores e clientes para que nós possamos agilizar o fornecimento de equipamentos de proteção aos profissionais da saúde. Como a janela de tempo que temos para produção é bastante curta, a nossa intenção é entregar 500 mil unidades de máscaras face shield até o dia dez para o Brasil inteiro”, afirma o presidente da Abinfer, Christian Dihlmann

Compartilhe

Redação Economia SC

Tudo sobre economia, negócios, inovação, carreiras e sustentabilidade em Santa Catarina.

Leia também

Receba notícias no seu e-mail