Siga nas redes sociais

Search

BRF anuncia investimento de R$ 50 milhões para combater coronavírus

A BRF, uma das maiores companhias de alimentos do mundo, anuncia a doação de R$ 50 milhões em alimentos, insumos médicos e apoio a fundos de pesquisa e desenvolvimento social, para contribuir com o combate do coronavírus.

A ação alcançará hospitais, santas casas, organizações de assistência social e profissionais de saúde nos estados e municípios em que a empresa possui operação.

No Brasil, a iniciativa contempla, em um primeiro momento, cerca de 60 hospitais em 50 cidades de 9 estados.

Como uma empresa global, estenderá esta iniciativa para os países onde possui unidades produtivas, como Turquia e Emirados Árabes Unidos.

Adicionalmente, a empresa se compromete, durante este período de incertezas, a manter todos os postos de trabalho nos meses de abril e maio, efetuando apenas as movimentações normais no curso regular de suas operações.

Cabe ressaltar que a BRF está contratando mais de 2 mil pessoas, entre funcionários próprios e terceiros, para manter a produção e o abastecimento e substituir os funcionários considerados do grupo de risco que foram preventivamente orientados a permanecer em casa.

De acordo com o CEO da BRF, Lorival Luz, este é o momento de todas as empresas praticarem a solidariedade:

“Estamos vivendo uma situação sem precedentes e de alto impacto para todos nós. É hora de estarmos unidos e sermos solidários uns com os outros. Vamos fazer tudo o que for possível para proteger nossas pessoas, suas famílias e para ajudar a população a superar o mais rapidamente possível as consequências da COVID-19. As doações que faremos e o compromisso de manter nosso quadro de colaboradores nos meses de Abril e Maio são uma forma de apoiar e proporcionar algum conforto nesse momento de incertezas”.

Na área logística,a empresa adotou novos procedimentos de segurança e orientações aos motoristas, como o uso de álcool em gel, limitação da circulação nas áreas comuns, oferta de refeições prontas e suporte médico para as transportadoras para tratar casos suspeitos.

Em relação aos produtores integrados, a companhia intensificou a comunicação, estendeu seu canal de esclarecimento e orientação médica 24 horas, além de reforçar orientações de higiene dentro e fora do ambiente de trabalho.

Compartilhe

Redação Economia SC

Tudo sobre economia, negócios, inovação, carreiras e sustentabilidade em Santa Catarina.

Leia também

Receba notícias no seu e-mail