Siga nas redes sociais

Amcom vai estender home office até ter uma vacina efetiva contra o coronavírus e abre 50 vagas

Ana Paula Dahlke

Ana Paula Dahlke

Fundadora e editora-chefe do Economia SC e Economia SP

Enquanto não houver uma vacina que garanta a segurança do retorno das atividades presenciais, a AMcom, empresa de tecnologia de Blumenau, decidiu que todos os 300 funcionários continuarão trabalhando em home office.

A decisão foi anunciada pela CEO da empresa, Andréia Rengel, esta semana e veio justamente no momento em que Santa Catarina atravessa a pior fase da pandemia:

“Temos que fazer a nossa parte e contribuir para diminuir o contágio. Só vamos retomar presencialmente quando tiver a vacina”.

A empresa anunciou também que adotará o modelo híbrido quando for possível voltar presencialmente e abriu a possibilidade do trabalho remoto definitivo para qualquer colaborador, podendo trabalhar de qualquer lugar do mundo.

“Nestes quatro meses, verificamos que é possível viabilizar o trabalho remoto definitivo. Percebemos que a nossa cultura organizacional  está disseminada e, mesmo distantes fisicamente, estamos unidos em um só propósito”, diz Andréia Rengel  “A produtividade e comprometimento da nossa equipe neste período têm nos surpreendido e decidimos já implementar estas modalidades, independente do retorno presencial.  O nosso objetivo é tornar a jornada de cada profissional mais segura, com maior qualidade de vida e, principalmente, a preservando a sua saúde”, destaca a empresária.

VAGAS ABERTAS

As contratações da empresa durante a pandemia não pararam. Atualmente, 52 vagas estão abertas. Interessados podem se cadastrar no site clicando aqui.

Compartilhe o conteúdo

Leia também

Programa levará 1 mil empreendedores ao Startup Summit

Startup de Blumenau produz cartões de visita NFC para Ministério de Minas e Energia

Governo discute programa estadual de capacitação de novos talentos em tecnologia

Receba notícias no seu e-mail