Empresa especializada em náutica produz websérie sobre o setor

O mercado náutico segue em expansão, mesmo com a pandemia. No ano passado o número de barcos vendidos cresceu 20% em relação ao ano anterior, segundo dados da Associação Brasileira dos Construtores de Barcos (Acobar).

Como reflexo dessa alta, a venda de produtos para embarcações também teve um aumento. No último ano, a Catarina Náutica, empresa especializada do setor, vendeu 30% mais que em 2019. Para esse ano a empresa projeta um faturamento superior a 20%.

O crescimento nas vendas estimulou a empresa a investir em expansão, tanto que recente foi inaugurado, em Itajaí, sua nova loja considerada o maior shopping náutico do sul do país.

Parte dos recursos da expansão foram direcionados para levar informações sobre o setor para diversos públicos ligados à náutica.

“O crescimento da náutica está diretamente relacionado a maior profissionalização do setor. Por isso, investimos na criação de uma websérie que, além de apresentar a Catarina Náutica, sua equipe, produtos e instalações, é voltada tanto aos donos de barcos, para a tripulação, bem como para profissionais que atuam na parte de manutenção”, explica o diretor da Catarina Náutica, Roberto Deschamps.

A websérie recebeu o nome de “O mar nos une” e apresenta depoimentos de personalidades náuticas, como o velejador Vilfredo Schurmann, que participa do primeiro vídeo da série e fala sobre produtos utilizados em sua embarcação durante as suas viagens pelo mundo.

A produção conta também com a participação de representantes de grandes marcas de peças e insumos do setor, como Bruno Neves, da Inter Coatings, e o diretor da Tubolit, Leonardo Sadcovitz, que fazem um paralelo entre a evolução do setor e dos produtos utilizados nos barcos.

Outro destaque da websérie é a entrevista do diretor da Marina Itajaí, que é uma das maiores marinas do sul do Brasil, Carlos Gayoso de Oliveira. Entre os assuntos, ele fala sobre a expectativa para a próxima edição da The Ocean Race, que será realizada em 2023 e os reflexos gerados ao setor.

A websérie foi dividida em quatro episódios e está disponível clicando aqui.

Leia também: O que tem em um dos maiores e mais tecnológicos iates produzidos em SC

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais