Empresa conquista certificação internacional por usar matéria-prima reciclada

A Diklatex, de Joinville, acaba de receber a certificação RCS (Recycled Claim Standard), que faz parte de um programa global de rastreabilidade da matéria prima de materiais reciclados.

A empresa, uma das primeiras a possuir o selo no Brasil, conta com 20% de sua produção total reciclada e, com este percentual, alcança 90% de produção de artigos para o futebol,um dos principais nichos de sua produção, por meio de poliéster reciclado.

“O selo atesta nosso compromisso de reduzir os impactos da produção têxtil no meio ambiente. Estamos entre os maiores importadores do país de poliéster reciclado para matéria prima de tecidos esportivos, produzimos tecidos a partir de garrafas PET e entregamos ao mercado artigos de qualidade que atendem as normas de sustentabilidade”, ressalta André Jativa, diretor executivo.

Todo o processo têxtil com artigos reciclados é transparente. A identificação é realizada desde a chegada do insumo na fábrica por meio de um documento de rastreio dos materiais, regulados pelas certificadoras do RCS.

Continua no estoque de fios, durante a tecelagem da malha, nas máquinas de tingimento até a saída da rama que dá o acabamento final ao tecido.

Já na expedição, há boxes específicos e exclusivos para armazenar o produto, além de fitas adesivas no rolo de tecido que indicam visualmente a presença de material reciclado na composição do têxtil.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais