Como a qualidade de vida foi primordial para multinacional instalar escritório em Florianópolis

Em novembro do ano passado, a Zoho, multinacional indiana de tecnologia, abriu um escritório em Florianópolis, dando mais um passo para sua expansão internacional. Para saber como essa vinda ao Brasil vai beneficiar a comunidade e o ecossistema de tecnologia e inovação da região, o Economia SC Drops traz hoje uma conversa com o diretor geral da empresa, Rodrigo Vaca. Confira abaixo:

O que motivou a empresa para escolher precisamente Florianópolis para sua expansão? Há planos para atuação em outras cidades do estado?

Rodrigo: Na Zoho, estamos embarcando em uma aventura que nós chamamos de “localismo transnacional”. Esse é um modelo de negócio onde as diferentes regiões geográficas têm grande autonomia para conduzir negócios de acordo as necessidades locais de cada país e cultura. O Brasil é naturalmente um dos países mais importantes, não somente na América Latina, mas no mundo inteiro. A escolha da Zoho para ter Florianópolis como base se dá especialmente pela política internacional de colocar nossos escritórios em lugares onde nossos funcionários possam ter uma boa qualidade de vida e isso geralmente significa ficar longe das grandes cidades. Florianópolis não somente oferece uma boa qualidade de vida para nossos funcionários, mas também gera muitas oportunidades, ficando perto de outras companhias de tecnologia da região.

Quais trabalhos serão realizados por aqui?

Rodrigo: Na Zoho nós temos equipes de marketing, suporte e comercial, possibilitando que nós conversemos com o mercado e cultura do país. Nosso objetivo é de crescimento, expandindo ainda mais os times. 

Quais benefícios a Zoho pode agregar ao ecossistema de inovação e tecnologia catarinense e à comunidade?

Rodrigo: Além de fornecer soluções de software de classe mundial, a Zoho também contribui para o ecossistema local com um jeito diferente de fazer negócios. Na Índia e no Estados Unidos, a Zoho é conhecida como uma companhia que sempre olha para o longo prazo, que cuida de seus funcionários e que faz as coisas de um jeito muito diferente da maioria das companhias, muitas só focadas em gerar receita em curto prazo. Esperamos trazer um jeito diferente de olhar o mundo de negócios da tecnologia ao ecossistema catarinense. E pensando nisso, para estarmos ainda mais próximos da comunidade, decidimos montar nosso escritório dentro da ACATE, firmando parceria com a associação.

Quais os planos para 2022?

Rodrigo: 2021 foi um ano bem difícil para começar negócios no Brasil, mas nos últimos meses, com o mercado se abrindo, nós da Zoho ficamos muito otimistas pelo que acontecerá. Esperamos acelerar nosso crescimento, continuando com a expansão dos nossos times, criando mais vagas e oportunidades para a região.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais