Siga nas redes sociais

Ionan Fernandes, diretor da unidade de construção civil da Softplan. Foto: divulgação.

Softplan anuncia aquisição da Collabo

Ana Paula Dahlke

Ana Paula Dahlke

Fundadora e editora-chefe do Economia SC e Economia SP

A Softplan, uma das maiores desenvolvedoras de software do país, acaba de anunciar a aquisição da Collabo, empresa de Joinville que possui uma solução para fazer gestão do conhecimento na cadeia de suprimentos.

Ela utiliza uma plataforma de social supply chain que digitaliza a experiência de catálogos técnicos e comerciais, permitindo a colaboração entre indústrias e seus públicos-alvo.

A startup foi fundada em 2015 e atua em diversos segmentos, como construção civil, industrial, automotivo, químico, entre outros.

Atualmente, são mais de 130 mil pessoas conectadas a essa comunidade, incluindo especificadores técnicos, revendedores/distribuidores, aplicadores, compradores e clientes finais.

Para Celso Valentim, CEO da Collabo, o que motivou este movimento foi, principalmente, a expertise da Softplan no segmento da construção:

“Estar ao lado de uma das maiores empresas de tecnologia do Brasil e líder no segmento da construção foi primordial para darmos este passo. Além disso, as visões de curto e longo prazo de ambas as empresas convergem e isso nos dá ainda mais segurança de que estamos indo para o caminho certo em sinergia”.

O empresário continua à frente do negócio junto dos sócios Luiz Gripp, atual COO, e Thomas Ewald, atual CTO.

De acordo com Ionan Fernandes, diretor executivo da Softplan, o objetivo da aquisição é evoluir o portfólio de negócios SaaS da empresa e atuar em todas as frentes na área da construção:

“Com a chegada dessa startup, ampliamos o ecossistema de soluções que podem se conectar ao Sienge e nos tornamos pioneiros ao integrar de ponta a ponta toda a cadeia de produtividade do setor”.

FATURAMENTO DO PORTFÓLIO SAAS CRESCE 87% NO PRIMEIRO SEMESTRE

Essa aquisição dá continuidade ao plano da Softplan de crescimento inorgânico e amplia ainda mais sua atuação no mercado privado.

Considerando apenas o portfólio de soluções SaaS para este mercado, o grupo atingiu R$ 105 milhões de faturamento nesse primeiro semestre, o que representa 87% a mais em comparação com o mesmo período do ano anterior.

Todos os negócios SaaS da companhia estão crescendo organicamente acima de 30% e a expectativa é fechar esse ano com R$ 226 milhões de faturamento vindos do setor privado.

“Nossos resultados no mercado privado estão em linha com a nossa estratégia de crescimento. O mais importante é o que está por trás destes números, pois, neste ano, estamos conseguindo avançar no desenvolvimento e evolução dos nossos produtos, realizar novas aquisições e aumentar a sinergia e criação de valor entre todas as empresas até então adquiridas pelo grupo”, finaliza o diretor.

Esta é a quarta aquisição da empresa em menos de 2 anos. Atualmente, o grupo possui mais de 2.400 colaboradores e mais de 8 mil clientes, além de estar presente em todo território nacional e na Colômbia.

A empresa obteve um faturamento total de R$ 428 milhões no ano passado e a previsão é fechar este ano com R$ 582 milhões, incluindo todos os negócios no setor público e setor privado.

Compartilhe o conteúdo

Leia também

Programa levará 1 mil empreendedores ao Startup Summit

Empreende SC Summit se consolida como maior evento de negócios do Sul do estado

Oficina das Palavras é eleita a maior empresa de comunicação corporativa de SC

Receba notícias no seu e-mail