Edson Mackeenzy fala sobre o pitch perfeito e o que esperar da sua palestra no Startup Summit

Ele começou a carreira em 1994 como radialista no Rio de Janeiro, abriu sua primeira empresa aos 19 anos. Em 2004, fundou e foi CEO da primeira plataforma de compartilhamento de vídeos do mundo, o Videolog.tv. Hoje, Edson Mackeenzy atua como diretor de investimento na TheVentureCity, e é mais um entrevistado da série especial de um dos maiores eventos de inovação, tecnologia e empreendedorismo do Brasil, o Startup Summit, que acontece nos dias 4 e 5 de agosto, em Florianópolis.

Para você, qual a importância do Startup Summit?

Edson: Um dos segredos do sucesso de hubs de inovação globais como o Vale do Silício é a densidade. O Startup summit é a oportunidade que o mercado tem de se encontrar, compartilhar aprendizados e fazer correções de curso para atingir seus objetivos. 

O que podemos esperar da sua palestra no evento?

Edson: Assim como no OSCAR, a presença de um apresentador é o que dá ritmo ao espetáculo. Este ano terei a honra de costurar os conteúdos do palco principal com meu humor ácido e comentários técnicos. Será uma incrível oportunidade de testar o Pitch Perfeito dos convidados. 

Pesquisas recentes, como a da Distrito, mostram uma quebra no número de aportes feitos neste ano. Como você avalia esse momento no Brasil?

Edson: Eu acredito que uma Startup tem problemas em dois momentos, na ausência de dinheiro por motivos óbvios e com o seu excesso. Eu sou de um tempo onde se contavam os investidores nos dedos, hoje dinheiro é commodity e o diferencial está no que se pode fazer além dele. Não vou dizer que seja fácil fazer uma captação de recursos, mas com um bom pitch deck e dedicação se captava muitas vezes cifras acima da necessidade, e isso fez com que muita startup inchasse e não crescesse de maneira ordenada. O que esta quebra no número de aportes está fazendo é obrigando o founder a captar melhor e a vender mais. O que deveria ser óbvio! Alavancar o seu crescimento com vendas e não com investimento. Ter um crescimento baseado na qualidade do seu produto e não na capacidade de inflar o time e de fazer marketing. 

Em seu livro O Picth Perfeito, qual a principal lição? Quais os principais critérios para considerar uma tese em um bom investimento? Qual o pitch ideal?

Edson: Ser objetivo! Por melhor que eu seja no meu pitch sou bom em apenas no meu negócio. Por mais inexperiente que o investidor seja, ele ouve todo dia varios pitchs diferentes. Ser claro com a visão de futuro é primordial. Uma falha que frequentemente eu vejo empreendedores cometendo, é ir captar achando que está pedindo dinheiro quando o pensamento deveria ser em propor um negócio. O Pitch Perfeito é um guia prático de como vender o seu negócio e estruturar uma história que permita que todos compreendam seu negócio e todo o seu potencial. 

Quais são as principais dicas para quem busca um investidor?

Edson: Defina um perfil ideal do investidor que você quer negociar e faça um mapa de quem se encaixa nele. Para todos os outros que encontrar, peça conselhos. Estude os termos e jargões do mercado e tenha na ponta da língua seu TAM, SOM e Units Economics… se não sabe o que isso significa, se dedique na segunda dica. 

Acompanhe os principais conteúdos do Startup Summit clicando aqui.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais