Moeda digital criada em Balneário Camboriú alcança 5 mil usuários

O BC Token, moeda digital que fez de Balneário Camboriú a primeira cidade tokenizada da América Latina, já alcançou a marca de 5 mil usuários no seu primeiro mês de pré-vendas.

Ao todo, já foram vendidos 70% dos ativos disponibilizados neste primeiro lote que será oferecido até outubro, quando a moeda entra em vigor, resultado que superou em 22 vezes as expectativas dos seus idealizadores. 

“Muita gente, se pudesse voltar no tempo, teria investido em Bitcoin, por exemplo, depois que acompanhou a sua supervalorização, então hoje as pessoas estão buscando esclarecimento sobre este modelo de investimento para entender melhor do negócio das criptomoedas e suas vantagens, aumentando o número de adeptos”, destaca João Rodrigues, um dos fundadores e desenvolvedor da BC Token e da plataforma BC Digita.

Segundo dados do Coinmarketcap, principal monitor global de cripto investidores, o Brasil está entre os cinco países do mundo com maior número de investidores em moedas digitais.

Em maio, quando foi lançada a pesquisa, já eram mais de 10 milhões de brasileiros, algo em torno de 5% da população, o que deixa o país atrás apenas de Índia, Estados Unidos, Rússia e Nigéria, número que já supera o mercado de ações, com cerca de 4 milhões de investidores na B3.

“Projetamos para o BC Token um sistema de negócio em constante crescimento, por meio de uma tecnologia acessível, para promover um sistema de business com escalabilidade, autonomia e segurança. O BC Token, é um negócio disruptivo com atuação socioeconômica em conjunto com a gestão das atividades financeiras da cidade de Balneário Camboriú”, conclui.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais