ODS na Prática promove semana de ações sustentáveis em SC

Entre 26 e 30 de setembro, a coordenação estadual do Mmovimento Nnacional ODS SC promove atividades relacionadas aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030.

A Semana Estadual dos ODS tem força de lei em Santa Catarina. O PL 339/2019, de autoria do deputado Rodrigo Minotto, foi sancionado em 2019 pelo governo do estado.

Assim, anualmente, a semana do dia 25 de setembro conta com uma série de apresentações de exemplos de boas práticas de sustentabilidade entre pessoas físicas e jurídicas.

Durante toda a semana, haverá eventos on-line e totalmente gratuitos, sempre às 10h, com apresentação de cases de signatários e projetos de empresas e organizações apoiadoras oficiais do movimento.

Interessados em participar e receber o certificado podem fazer a inscrição clicando aqui.

AÇÕES DE COMITÊS LOCAIS

Também estarão em destaque, ações nos municípios onde há a presença de Comitês Locais do Movimento ODS SC, os quais contam com lideranças que se dedicam de forma totalmente voluntária para o alcance da Agenda 2030 no estado.

Atualmente são: Balneário Camboriú, Blumenau, Brusque, Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Grande Florianópolis, Itajaí, Joaçaba, Joinville, Lages, São Bento do Sul, Tubarão e Vale Europeu.

Eventos como palestras; , campanhas de arrecadação de materiais recicláveis como esponjas, tampinhas, lacres e meias, caminhadas ecológicas e distribuição de mudas de árvores nativas, estarão entre as principais atividades.

Quem quiser conferir as ações realizadas pelos Comitês Locais, pode acompanhar a agenda de eventos clicando aqui.

Para o coordenador geral do movimento nacional ODS SC, Gilson Zimmermann, a ação pelos ODS é urgente e estudos apontam que ainda há muito trabalho para que os ODS sejam alcançados até 2030:

“Segundo dados apresentados pelo Instituto Cidades Sustentáveis, Santa Catarina precisa de grande esforço e mobilização para o alcance dos ODS. Estamos na década da ação, e mais do que nunca precisamos do envolvimento do poder público, empresas, academia e toda sociedade para lidarmos com desafios urgentes como a emergência climática, pobreza, feminicídio, entre tantos outros que são pautados pela Agenda 2030, e impactam diretamente na qualidade de vida dos catarinenses”.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais