Diferenciais a serem buscados por quem atua como representante comercial

Por Roberto Vilela, consultor empresarial e mentor de negócios.

No primeiro dia do mês de outubro é comemorado o Dia do Representante Comercial, uma profissão bastante antiga e conhecida, mas que exige atualização constante de quem quer se destacar nela. Para os que pretendem fazer carreira no mercado de vendas existe uma gama de oportunidades e muitos desafios. Saber aproveitar e superar cada um é o que vai definir se você vai ser excelente no que faz ou regular.

Como em qualquer área de atuação, a dedicação e expertise do profissional, sabendo unir trabalho e estratégia, define o seu sucesso. No caso do representante comercial, ele carrega todo o peso do nome da empresa ou da marca que apresenta aos seus clientes e precisa entender a responsabilidade que isso gera. E antes de tudo, é preciso ser muito ético com ambos. 

Além dessas questões básicas, estar atento às mudanças do mercado e às preferências dos clientes e saber se adaptar a elas é um grande diferencial. A comunicação pessoal continuará sendo muito importante, mas a internet e, mais recentemente, a pandemia mostraram que o contato à distância precisa ser bem explorado nas vendas. 

E evolução demanda capacitação. Aliás, capacitação constante. Estudar o mercado em que atua, saber qual é a realidade dele no momento, o que tem dado certo no segmento, as novas ferramentas que existem para auxiliar no dia a dia (inclusive para ter uma boa organização), o que as referências na área têm a ensinar, são algumas formas de manter-se atualizado, além de sempre analisar os próprios resultados. 

Conhecimento só é obtido com esforço e constância. A experiência conta muito nessa área, mas a atualização de conhecimentos é constante por todos que fazem sucesso nela. Outro fator que não pode ficar de fora é ampliação do networking (mesmo online), pois novos contatos rendem novos negócios.

Em se tratando de relacionamento com o lead, a criatividade na hora de atender o cliente é essencial. Para isso entender seu perfil e quais as suas necessidades, além de ter pleno conhecimento do que se está apresentando, é indispensável. Cada cliente é diferente do outro e cada venda é única. Com alguns, a venda não presencial vai fluir muito bem, com outros a presença física pode ser necessária e esse é só um exemplo das especificidades que vão se apresentar.

Quem entra nesse ramo também deve ter em mente que o “horário comercial” não existe para quem quer ter sucesso nas vendas. Ter flexibilidade para os atendimentos demonstra atenção com o cliente e pode ser decisivo para fechar negócio. 

Por fim, o profissional que quer se destacar nesse mercado vai precisar somar conhecimentos, buscar novas informações e saber se adaptar às mudanças e crises do mercado e ao nível de exigência dos clientes. Mas quem souber se preparar e traçar boas estratégias tem tudo para se dar bem nessa profissão que é bastante promissora.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais