Para além da rapidez: benefícios da metodologia ágil em startups

Por Diandra Ribas, COO da 3C Plus.

É comum a sensação de estar correndo contra o tempo quando se trabalha em uma startup. A pressão por fazer o produto deslanchar e o negócio começar a dar resultados é imensa e constante. E muitas vezes você deseja que pudesse dar conta do dobro de tarefas na metade do tempo (adiante trago uma dica sobre isso).

Normalmente é esse o momento em que buscamos soluções ou estratégias para otimizar o andamento dos projetos. Nesse contexto, muitos empreendedores se deparam com a tal metodologia ágil. Foi assim comigo, na 3C Plus, startup que desenvolveu um SaaS para call center e onde participo como sócia e COO.

Lembro que na 3C Plus, a metodologia ágil foi consequência de outra metodologia que queríamos aplicar: OKR. Na técnica de OKRs o time define os objetivos e traça os passos necessários para alcançá-los. E para fazer dar certo, garantindo eficiência e produtividade, optamos por aplicar juntamente técnicas de agilidade como o Scrum e o Kanban. Essa experiência deu tão certo que utilizamos essas técnicas na empresa até hoje, mas de uma forma um pouco diferente.

Quando começamos a utilizar essas metodologias nosso time era composto por menos de 20 profissionais. E isso foi crucial para alcançarmos resultados sólidos, afinal, contribuiu para a maturidade da equipe, visibilidade das atividades e um melhor direcionamento.

E acredito que esses sejam os maiores benefícios em se aplicar a metodologia ágil em startups. Não é apenas sobre a rapidez na entrega, mas sim a ampliação da visão, acompanhamento dos processos, gestão de impedimentos e a chance de perceber gargalos antes mesmo que eles aconteçam. Equipes que se baseiam nas técnicas ágeis conseguem reagir de maneira mais assertiva e segura às mudanças.

Hoje a empresa já passa dos 80 colaboradores, e a forma de aplicação dessas metodologias mudou um pouco. As OKRs foram absorvidas pelos líderes, já com experiência e clareza de direção. E cada setor seguiu com a técnica ágil que faz mais sentido para sua rotina e escopo.

Por exemplo, nossos times de marketing e desenvolvimento usam Scrum pois o fluxo dos projetos ocorrem por um período pré-determinado (sprints) e mais curto, com fracionamento das tarefas em atividades pontuais. Já na área de operações usamos o Kanban com os líderes, para projetos mais longos. Assim garantimos uma visão ampla das tarefas em todas as áreas da empresa, além da organização e personalização do fluxo.

Mas nem tudo foram flores pelo caminho. E isso é algo que gestores de startups precisam ter ciência: para a metodologia ágil ter êxito é preciso treinamento, engajamento e colaboração. Não é à toa que tivemos impasses, como a inexperiência da equipe por ser algo novo na nossa rotina, a necessidade de treinar os colaboradores recém chegados e não realizar os rituais na frequência e da forma que deveriam. Por isso digo: usar metodologia ágil não necessariamente quer dizer que o projeto será entregue mais rápido.

Talvez em um primeiro momento – ou até que se crie o hábito – não será a rapidez na entrega o maior benefício. Mas certamente desde o “dia um” será possível obter mais clareza do processo. Pode-se dizer que há uma técnica ágil ideal para cada necessidade de uma startup, mas no geral, todas tem como objetivo organizar, otimizar e acelerar as entregas.

Por fim, trago dois conselhos. Primeiro: conheça as diferentes técnicas, entenda seus prós e contras, e analise qual faz mais sentido para o estágio em que sua startup se encontra. E o segundo: estude muito, leia e se informe, não só sobre a aplicação e usos da metodologia, mas também sobre como repassar isso para seu time.  E como prometi no início, para quem quer fazer mais em menos tempo, indico o livro de Jeff Sutherland, o “Scrum: A arte de fazer o dobro do trabalho na metade do tempo”. Boa sorte na sua corrida empreendedora.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais