Siga nas redes sociais

Foto: divulgação.

Prêmio Leopoldo Schmalz anuncia finalistas

Redação Economia SC

Redação Economia SC

Tudo sobre economia, negócios, inovação, carreiras e sustentabilidade em Santa Catarina.

Pelo segundo ano consecutivo, o Prêmio Leopoldo Schmalz de Empreendedorismo classifica para a final do concurso três mulheres representando as empresas concorrentes. A grande premiada será conhecida no dia 21 de setembro, a partir das 19h, no Bela Vista Country Club.

É uma satisfação vermos reeditada uma final feminina, como ocorreu em 2022. Só reforça a representatividade das mulheres no meio empresarial, uma bandeira que levantamos na presente gestão da Acig. São todas finalistas muito competentes, à frente de empresas consolidadas no mercado local e que vão deixar uma marca nessa edição do prêmio”, comenta o presidente da Associação Empresarial de Gaspar, Edemar Ênio Wieser.

Recentemente, as finalistas fizeram a apresentação do pitch elevator, na qual expuseram um resumo do empreendimento que representam e justificaram porque merecem o troféu Destaque no Ano.

Uma delas é a Monisy de Sá Schnaider, da DS Construtora. A empresa focada em imóveis diferenciados e de alto padrão tem seis anos de existência, e pela primeira vez concorre ao prêmio.

Idealizamos o nosso negócio e trabalhamos diariamente para fazê-lo tornar-se referência. Atualmente, chegamos em um momento de colher resultados de nossa estratégia e gestão, além de passarmos a ser reconhecidos regionalmente após nossa primeira entrega. Estamos em um momento de expandir nosso negócio com o lançamento de mais um empreendimento. E temos no Prêmio Leopoldo Schmalz uma iniciativa séria, comprometida e de veracidade, que traz um selo de confiança e credibilidade. Chegarmos à final já é uma satisfação imensa e uma oportunidade de compartilhar com o público esse nosso sonho de jornada”, afirma.

A Mayara Testoni é a representante do Fazzenda Park Resort. O empreendimento conhecido pela sua estrutura, serviços e atendimento, projeta o nome de Gaspar em termos de turismo.

A decisão de nos inscrevermos no Prêmio foi impulsionada por nosso compromisso contínuo com a excelência e o desejo de compartilhar nossas conquistas com um público mais amplo. Nossas expectativas em relação ao resultado são altas, mas, independentemente do desfecho, já nos sentimos honrados por termos a oportunidade de estar entre os indicados. A simples participação já é um testemunho do trabalho árduo e da dedicação de toda a equipe do Fazzenda”, destaca.

Completando o time de finalistas está a Maike Werner, da Werner Madeiras. Segunda geração à frente do negócio, que já tem 37 anos e prega a sustentabilidade como princípio básico, a empresária vê no prêmio uma inspiração para empresários e a economia local.

As edições anteriores da iniciativa foram inspiradoras para a gente; estamos muito orgulhosos de participar dessa vez e chegarmos à final. É uma forma de homenagear o fundador da empresa, nosso pai, que acaba de completar 70 anos e tem um legado empresarial incrível. Em quase quatro décadas de existência, a Werner se transformou e o prêmio poderá ser um reconhecimento por nossa história e motivação para continuarmos aprimorando o nosso negócio”, conclui.

Compartilhe o conteúdo

Leia também

Hub gaúcho fecha parceria com incubadora do Canadá

Empresário Elson Otto de Palmitos lidera chapa única nas eleições da Facisc

HJ Conference se consolida como evento de empreendedorismo disruptivo em SC

Receba notícias no seu e-mail