Siga nas redes sociais

Search

Multinacional japonesa adquire participação da Camerge, especializada em gestão de energia

Cristiano Tessaro e Yusuke Koike. Foto: divulgação.
Cristiano Tessaro e Yusuke Koike. Foto: divulgação.

A multinacional Mitsui & Co., um dos maiores conglomerados do Japão, adquiriu uma participação na empresa catarinense Camerge, que atua há 15 anos no mercado livre de energia. O valor não foi divulgado.

A fatia da japonesa marca uma nova fase na história da empresa, que, às vésperas de uma mudança no marco regulatório do mercado livre de energia no Brasil, prevê a chegada de novos clientes e prepara um plano de expansão expressivo.

A entrada da Mitsui representa uma consolidação da Camerge no mercado: agora, passamos a atuar com ainda mais destaque. Participar do ecossistema Mitsui é estar em um dos maiores grupos empresariais do mundo, e, com isso, a Camerge ganha visibilidade e também acesso a grandes clientes, com a abertura de portas juntos a novos nichos de atuação. Em um primeiro momento, estaremos focados nas regiões sudeste e nordeste, mas queremos expandir por todo o Brasil. Miramos triplicar o número de unidades atendidas já no curto prazo“, destaca Cristiano Tessaro, CEO da Camerge.

Ele destaca ainda que, para os clientes atuais, nada muda:

Vamos manter o mesmo DNA, com o cliente no centro da operação. Mas, claro, estando inseridos no universo Mitsui, a ideia é que nós possamos até mesmo apresentar novas soluções para os clientes lá na frente, no futuro“.

A empresa oferece serviços de gestão e gerenciamento de energia, incluindo contratação, assessoria regulatória e software de medição online. Com uma ampla gama de clientes, desde supermercados até indústrias, e possui escritórios em Florianópolis (SC) e São Paulo (SP), somando um total de 50 colaboradores.

Com abrangência nacional, já faz a gestão de mais de 1 mil ativos, sendo cerca de 800 unidades consumidoras e mais de 200 ativos de geração e, no ano passado, gerenciou 2,3 milhões de MWh, montante que equivale ao abastecimento de mais de 1,2 milhão de unidades consumidoras residenciais.

No ano passado, a receita bruta ultrapassou o valor de R$ 10 milhões, com 15% de crescimento anual em unidades geridas. No mesmo período, a empresa acumulou mais de R$ 1 bilhão em economia na gestão de energia de seus clientes.

A gestão de energia consiste em administrar de forma inteligente o desempenho da empresa no mercado livre. Nosso modo de administrar um plano de gestão de energia é almejando sempre potencializar os ganhos do cliente. Temos profissionais que conhecem e dominam as regras e os procedimentos de comercialização no mercado livre, e fazemos um atendimento personalizado. Estudamos o perfil de consumo individualmente e traçamos uma estratégia de contratação para que o consumidor possa ter o melhor retorno possível“, explica Renan Bello, diretor de expansão da Camerge.  

Compartilhe

Ana Paula Dahlke

Fundadora do Economia SC, 3 vezes TOP 10 Imprensa do Startup Awards e TOP 50 dos + Admirados da Imprensa em Economia, Negócios e Finanças.

Leia também

Receba notícias no seu e-mail