Siga nas redes sociais

Search

WEG vai investir R$ 1,2 bilhão para aumentar produção de transformadores

Foto: divulgação.
Foto: divulgação.

A WEG, de Jaraguá do Sul, anunciou um plano de investimentos de R$ 1,2 bilhão, ao longo dos próximos 3 anos, para expansão de capacidade de produção de transformadores no Brasil, México e Colômbia.

Com foco em seus principais mercados de atuação, a empresa prevê iniciativas para aumentar aproximadamente 50% da sua capacidade de produção.

No Brasil, os investimentos acontecerão nos parques fabris de Betim e Itajubá, ambos em Minas Gerais. Em Betim, além da ampliação predial para alocação de novos postos de trabalho de bobinagem, montagem, laboratório e expedição, a companhia também vai construir uma nova fábrica dedicada a produção de radiadores com aproximadamente 4.600 m². Com aporte de aproximadamente R$ 200 milhões o parque fabril passará a ter mais de 47 mil m² de área construída.

Em Itajubá, pretende dobrar sua atual capacidade de produção com a construção de uma nova fábrica com 6 mil m² de área construída. O investimento no município, de aproximadamente R$ 83 milhões, não só aumentará a participação de mercado da companhia, como também permitirá um maior volume de exportação a partir do Brasil, aumentando a presença nas Américas.

No México vai investir cerca de R$ 765 milhões para construir uma nova fábrica de transformadores de potência. A nova unidade será construída no novo terreno adquirido recentemente em Atotonilco de Tula e terá 33 mil m² de área edificada. A estratégia deste projeto é passar a atender o mercado de transmissão norte americano até 550 kV, liberando a atual fábrica de transformadores de Huehuetoca para a produção de equipamentos de 138 kV a 230 kV e ofertar mais capacidade para atender a demanda continua e crescente por transformadores de potência no país e no Estados Unidos.

Para a Colômbia, o plano é aumentar a capacidade de produção local com a construção de uma nova fábrica de transformadores até 60 MVA, na cidade de Rionegro. Com aproximadamente 23 mil m² de área construída, o novo parque fabril atenderá a demanda do setor petrolífero e a necessidade de ampliação e modernização do parque energético de mercados vizinhos como Chile, Bolívia, Peru, Equador e América Central. O investimento no país será de aproximadamente R$ 190 milhões.

Carlos Diether Prinz, diretor superintendente da unidade T&D da WEG, destaca que os investimentos são estratégicos para a expansão da WEG no mercado global:

Além de aumentar de maneira significativa nossa capacidade de produção de transformadores no Brasil, estes investimentos nos fortalecem substancialmente no mercado internacional, preparando-nos para atender à crescente procura por soluções para Transmissão e Distribuição de energia principalmente no México e nos EUA”.

Compartilhe

Ana Paula Dahlke

Fundadora do Economia SC, 3 vezes TOP 10 Imprensa do Startup Awards e TOP 50 dos + Admirados da Imprensa em Economia, Negócios e Finanças.

Leia também

Receba notícias no seu e-mail