Siga nas redes sociais

Search

Como esse espaço fortalece o empreendedorismo universitário

Foto: divulgação.
Foto: divulgação.

O empreendedorismo universitário no Brasil vem crescendo nos últimos anos, com mais e mais estudantes se interessando por abrir seus próprios negócios.

De acordo com dados da Endeavor, 6 em cada 10 universitários brasileiros gostariam de ter a própria empresa no futuro e 30% dos alunos se consideram empreendedores ou pensam em empreender em algum momento.

Para impulsionar jovens ao mundo do empreendedorismo, universidades têm investido em programas que preparem os universitários empreendedores. Em Blumenau, a FURB dispõe da Estação Business, inaugurada no ano passado. 

Para saber mais sobre como esse espaço pode fortalecer o ecossistema da região, o Economia SC Drops conversou com Fábio Luis Perez, doutor em Engenharia Elétrica, diretor do Centro de Ciências Tecnológicas da FURB e coordenador do Projeto Estação Business. Confira abaixo:

Qual é o propósito principal da Estação Business na FURB?

Fábio: A Estação Business da FURB, com apoio da FAPESC, visa criar um novo espaço para negócios no Médio Vale do Itajaí através da integração e oferta de trabalhos e serviços dos alunos de graduação, egressos e empresas juniores. Qualquer pessoa ou empresas da região, independentemente do seu porte, poderá apresentar sua demanda e a Estação Business fará a conexão com a comunidade acadêmica e egressos com capacidade para atender tais demandas. Desta forma, espera-se estimular a integração da comunidade em geral e a universidade, assim, dispor de todo o conhecimento gerado na Universidade para a realização de serviços, novos produtos e processos, aplicativos, dentre outros e, com isto, aprimorar a educação empreendedora dos acadêmicos e recém-formados por meio da oferta e realização de trabalhos em qualquer área de conhecimento desenvolvido na FURB. Para isso, a Estação Business conta com um área de coworking onde as conversas e trabalhos podem ser iniciados e uma sala de reuniões equipada com equipamentos de ponta para a realização de apresentações e fechamento dos negócios.

Como a Estação Business pretende promover o empreendedorismo inovador entre os estudantes de graduação e recém-formados?

Fábio: Conectando estudantes de graduação e egressos com empreendedores e startups, de forma articulada com o Centro de Inovação Blumenau (CIB), pretende-se auxiliar os acadêmicos na construção de projetos empreendedores visando criar uma cultura inovadora, bem como estimular o desenvolvimento de produtos, serviços e processos inovadores e a criação de empresas e startups pelos alunos e egressos da universidade. Além disso, parcerias com empresas podem ser firmadas objetivando o desenvolvimento de ideias em produtos e serviços. Um exemplo disso foi o acordo realizado com a empresa Learn Ltda de Joinville, criando o Programa Fábrica de Conhecimento, no qual a empresa auxilia o acadêmico a desenvolver sua ideia, realizar o mapeamento de potenciais clientes, assim como capacitá-lo como Cientista Industrial Green até sua certificação.

Quais são os serviços que a Estação Business vai oferecer à comunidade?

Fábio: Conforme as demandas da comunidade externa aparecem e são divulgados na comunidade acadêmica, novos serviços serão agregados à Estação Business, mas os seguintes serviços já estão disponíveis para a realização por acadêmicos da FURB:

  • Gerenciamento de recursos
  • Gerenciamento de resíduos
  • Análises laboratoriais 
  • Análise sensorial
  • Determinação de Shelf Life
  • Adequação de embalagem
  • Estudo detalhado de produto 
  • Rotulagem e tabela nutricional
  • Dimensionamento de componentes mecânicos
  • Desenhos de fabricação e simulação
  • Manual BPF, POPs, e APPCC
  • Desenvolvimento de produtos 
  • Otimização de processo e layout
  • Modelagem computadorizada 3D
  • Corte à laser por máquina CNC
  • Ensaios laboratoriais
  • Impressão 3D em PLA e resina
  • Detalhamento técnico
  • Assessoria técnica, relatórios técnicos, treinamento e marketing para indústrias alimentícias
  • Auxílio na abertura de empresas de alimentos 

Além da promoção do empreendedorismo, quais são os objetivos adicionais da Estação Business?

Fábio: Além da promoção ao empreendedorismo, a Estação Business oferta mentoria aos acadêmicos e recém-formados visando a elaboração de plano de negócios, análise de custos, propostas comerciais, etc. bem como apoiar a execução dos trabalhos e serviços contratados pela comunidade externa junto aos acadêmicos, recém-formados e empresas juniores com a utilização da estrutura de apoio da Universidade, que conta com equipamentos de ponta para a fabricação de protótipos de qualidade, como impressoras 3D em PLA e resina, torno, estação de solda Mig/Tig, CNC, fresadora para circuitos impressos, corte à laser, dentre outros. A capacitação ao empreendedorismo e inovação é indispensável para a promoção do empreendedorismo e deve ser uma ação constante da Estação Business. A primeira capacitação, realizada no ano passado, foi feita em parceria com a empresa Venture Hero de Blumenau, com mentoria para aceleração de ideias e empreendedores a alunos do Centro de Ciências Tecnológicas da FURB.

Como a Estação Business pretende contribuir para o desenvolvimento da cultura empreendedora na comunidade local?

Fábio: A troca de experiência com empresas, empreendedores, startups, capacitações em empreendedorismo, integrando-os ao ecossistema de inovação através do Centro de Inovação Blumenau, ligado à Rede Catarinense de Centros de Inovação, é fundamental para o desenvolvimento da cultura empreendedora. A cultura só será construída com a convivência do acadêmico neste meio tão rico e fascinante.

Qual é a importância da Estação Business para a cidade de Blumenau em termos de inovação e empreendedorismo?

Fábio: A Estação Business é mais uma opção em Blumenau e região para que empresas ou pessoas da comunidade em geral consigam soluções para suas demandas, na qual seriam muito caras ou complexas a sua realização através das empresas convencionais. Assim, a Estação Business beneficia a comunidade local e, principalmente, os acadêmicos da universidade que aprendem o empreendedorismo na prática e se envolvem com o ecossistema de inovação ainda durante a sua graduação. .

Compartilhe

ECONOMIA SC DROPS

Leia também

Receba notícias no seu e-mail