Catharina Sour se torna oficialmente primeiro estilo brasileiro de cerveja

O frescor e a vibração do sabor, a qualidade refrescante, a acidez que realça os sabores da fruta e o respeito com os ingredientes.

De acordo com o presidente do Beer Judge Certification Program (BJCP), Gordon Strong, estas são as características que marcam a Catharina Sour.

Criado em 2016, o estilo brasileiro de cervejas foi incluído definitivamente no mais importante guia de estilos do mundo no final do ano passado.

“Durante uma visita ao país, provei muitas amostras, tanto de cervejeiros caseiros quanto de marcas comerciais. A Catharina Sour é um estilo atual”, comenta Gordon.

Para Carlo Bressiani, diretor da Escola Superior de Cerveja e Malte (ESCM), única instituição de ensino superior dedicada à cerveja na América Latina, a Catharina Sour teve uma ascensão tão rápida por conseguir, através da adição de frutas, representar a diversidade brasileira:

“Na gastronomia, o Brasil é reconhecido pela infinidade de ingredientes e pela regionalização. A partir de uma cerveja que possibilita a adição de frutas características de regiões diferentes, é possível que se crie um mapa sensorial a partir da Catharina Sour”.

Cerveja Blumenau, localizada na Capital Brasileira da Cerveja, foi a primeira marca a envasar o estilo em garrafas, possibilitando que ela chegasse a pontos de vendas geograficamente distantes à fábrica. Ainda hoje, os rótulos com adição de pêssego e maracujá fazem parte da linha de produtos.

Leia também: Marcas de SC vão participar de ação que une cervejarias para lançar rótulo de Catharina Sour

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais