Momento desafiador no mercado favorece startups com geração de caixa e operações equilibradas

De acordo com estudo da Distrito, o volume investido em startups em estágios iniciais cresceu no primeiro semestre. As rodadas do tipo seed saltaram de US$ 151 milhões no ano passado para US$ 282 milhões neste ano.

A tão falada queda que ajudou a cunhar o termo “inverno das startups” se concentrou naquelas em estágio avançado de crescimento. Na comparação anual, o montante desse grupo caiu de US$ 3,87 bilhões para US$ 1,24 bilhão.

Para João Kepler, CEO e fundador da Bossanova Investimentos, o impacto não tão forte nas early stage se deve ao estágio de amadurecimento do negócio, de validação e escalabilidade do produto:

“As startups crescendo estão se preocupando com o controle, governança e organização. Tem fundo captado precisando fazer bons investimentos, mas ter sucesso, neste momento, depende mais do planejamento do empreendedor do que do fundo. Agora é a hora de encontrar os bons empreendedores, porque essa crise é um freio de arrumação muito importante. Nunca tivemos um momento tão bom para voltar aos princípios de se empreender ou de se investir”.

Fernando Trota, co-fundador e CEO da Triven, empresa pioneira de serviços de backoffice, concorda que, apesar da apreensão que o momento causa, o setor de inovação e tecnologia passa por um processo de amadurecimento. Assim, é preciso redobrar a atenção ao planejamento:

“É necessário saber onde gastar e qual é a forma correta para obter resultados. Não adianta ter muito dinheiro para usar sem prever o que aquele investimento vai trazer de retorno. Pode ser preciso dar um passo atrás, resetando múltiplos e posições, pois o mesmo dinheiro precisa render muito mais. É urgente a necessidade de calcular e entender o real uso do recurso para fins de crescimento da startup”.

Ele acredita ainda que os gestores devem olhar para cada projeto, e, a cada passo dado, deve-se considerar o conceito de “custo produtivo”, gastando somente no que vai gerar receitas a curto e médio prazo.

“Em relação à captação de recursos, é necessário estar atento não somente ao valuation, mas também aos termos estabelecidos durante a rodada de investimento, que devem ser interessantes para a startup, evitando situações de liquidation preference com múltiplos atrelados, com travas e vetos que possam vir a prejudicar a empresa no futuro”, complementa.

COMO CRIAR UMA ROTA DE CRESCIMENTO SUSTENTÁVEL

Não são só os especialistas em investimentos e finanças que veem o atual momento como uma janela de oportunidades: CEOs e fundadores de startups que seguiram crescendo ao longo do ano concordam.

“Negócios muito disruptivos e com altíssimas taxas de crescimento normalmente são mantidos apenas com muito investimento, pois não geram caixa no início das operações”, comenta Mário Verdi, CEO e fundador da Deskbee.

O empresário relata como se deu o caso específico da Deskbee:

“Começamos com muita dificuldade e demoramos para encontrar o chamado ‘product-market-fit’, ou o produto certo para um bom mercado, então acabamos aprendendo a viver sem água. Daí vem a expressão das startups camelo: conseguem se manter com recursos próprios ou de amigos, investidores-anjo, etc. Mas isso tem um preço: se você não tem investimento e acessa capital cedendo equity no início, você entrega uma fatia muito significativa da empresa para terceiros. E aí pode acabar inviabilizando os próximos passos. Isso aconteceu conosco. Tivemos que pegar boa parte de nosso caixa e de novos investimentos com valuations melhores, para recomprar a participação de sócios iniciais, que já não tinham mais sinergia com o negócio”.

A virada aconteceu quando, em 2019, a Deskbee lançou uma plataforma voltada especialmente para a gestão do modelo de trabalho híbrido, visualizado por eles como uma tendência que se consolidaria ao longo dos próximos 5 anos.

A pandemia, porém, antecipou a tendência: a base de clientes da startup cresceu 1.000% entre 2020 e 2021. Hoje, a empresa tem mais de 350 clientes corporativos, cerca de 250 mil colaboradores cadastrados na plataforma, e está presente, por meio de seus clientes multinacionais, em 20 países além do Brasil.

ESTAR SEMPRE NA VANGUARDA DO MERCADO E CRESCER COM QUALIDADE

Atuando no segmento de franchising, a retail tech Yungas vem crescendo mensalmente desde a sua fundação, em 2018: o único mês em que a startup viu uma queda no crescimento foi em abril de 2020, com as renegociações de contratos forçadas pela pandemia.

Dali em diante, porém, a empresa, que tem uma plataforma de gestão e comunicação para grandes redes de franquias, voltou a crescer, de forma constante e gradual.

A velocidade do aumento mensal inclusive aumentou neste ano, após aporte do SMZTO, maior grupo de investimentos em franquias do Brasil.

“Crescemos em média 8% de um mês para o outro. Em alguns meses chegamos a 15%. Para nós, mais importante que focarmos 100% na velocidade, é conseguirmos crescer com qualidade. Como nascemos bootstrapping, o modelo ‘triple, triple, double, double, double’ sempre ficou fora da nossa realidade. Optamos por crescer com as próprias pernas nos primeiros anos, então foi natural um crescimento mais orgânico; sem burn rate, e com capital próprio”, conta o CEO e co-fundador, Guilherme Reitz.

A CashWay, techfin que oferece soluções Banking as a Service focadas em atender as demandas de instituições financeiras e de pagamento, lista entre suas estratégias para manter o crescimento sustentável em meio ao cenário desafiador a valorização de parcerias e a incorporação constante das principais inovações do mercado: no primeiro semestre, a startup cresceu 40%, em comparação com o mesmo período do ano passado. 

Para o CFO da empresa, Heitor Almeida, o “inverno das startups” foi encarado com certa naturalidade, como um reflexo direto da drenagem de liquidez dos mercados globais:

“Entendo que manter o foco nos parceiros estratégicos e entregar o que os investidores atuais esperam são ações fundamentais para continuar em evidência e atraente para o capital que se mantém disponível. É preciso se manter sempre na vanguarda do mercado”.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais