Precisamos falar sobre o “sempre foi assim” no setor público

Uma das maiores causas da lentidão dos processos no setor público é ainda tramitar a informação no papel, como se fazia em mil novecentos e guaraná com rolha.

Por mais mobilizada e trabalhadora que seja a administração pública nas cidades, já sabemos que essa forma não é eficiente.

Temos alternativa? Sim! O que sempre foi assim, não precisa mais ser. Hoje, os documentos já nascem de forma digital e proporcionam agilidade e acesso à gestão. 

Existe uma necessidade no Brasil de alocação de recursos de orçamento público, de entender que inovação precisa ser um dos temas principais da pauta.

Porém quando observamos o próprio orçamento federal podemos notar que inovação não é uma prioridade, e cá entre nós, o país não cresce só com o PIB ou com renda per capita.

É século 21 (novo milênio) e ainda convivemos com uma crença limitante de que a tecnologia é usada de forma inovadora apenas pela iniciativa privada, quando pode ser usada para propósitos além do lucro. E esse objetivo é relevante porque muda o jeito como nos aproximamos de forma cultural da tecnologia.

Simplificar a realidade analógica de governos e entidades através da digitalização de processos, foi um dos objetivos dos criadores da 1Doc.

A plataforma de processos digitais com gestão de documentos, comunicação, atendimento e assinatura digital está presente em centenas de cidades, leva soluções mais eficientes e transparentes para entidades de todos os portes, em todo Brasil.

No Brasil, país continental que possui mais de 5 mil cidades, facilitamos o acesso do cidadão a prestação de serviço do governo, em centenas de cidades. O que antes era físico, pode ser feito de maneira digital, como o acompanhamento de requerimentos, processos de licitação, fiscalizações, uma solicitação de uma secretaria para outra pode ser feita remotamente, assim por diante. Tudo integrado, em tempo real e com rastreabilidade de ponta a ponta”, destaca Jeferson Castilhos, fundador da 1Doc.

A transformação digital derruba a teoria do “sempre foi assim”, e podemos provar. Com a 1Doc a gestão pública realmente se transforma, vamos aos fatos:

  • Em Presidente Prudente (SP), a abertura e alteração de empresa antes feita em 90 dias, agora pode ser feita em 9 dias. A Sabesp (saneamento básico), tinha o tempo médio de assinatura de contrato em 30 dias e agora é feito em 3 dias.
  • Em Campina Grande (PB), a Concessão de Licença Prêmio demorava 4 meses, hoje é feita em 4 dias.
  • Conseguir um Alvará de Construção que antes era mais de 180 dias hoje é menos de uma semana, em Viamão (RS).
  • A emissão de um prontuário médico que antes era 10 dias, agora em 72 horas está pronto em Balneário Camboriú (SC).

Mas o que é que a 1Doc tem? De acordo com Jaison Niehues, diretor de tecnologia da 1Doc, “a govtech possui uma versatilidade grande em relação a outros players do mercado por conseguir se adaptar facilmente a diferentes realidades dos clientes, porém sempre mantendo a mesma base tecnológica. Na 1Doc não é necessário esforço em programação para a resolução e adaptação a vários tipos de situações e processos, melhorando fluxos de trabalho com poucas configurações, feitas pelos próprios agentes de CS (customer success). Além de tudo, a tecnologia da 1Doc é 100% nuvem, ou seja, todas as melhorias que saem são entregues a todos os clientes ao mesmo tempo e sem custo adicional”.

Cidades inteligentes necessitam entender as interações e desejos das pessoas, nos ambientes urbanos e como elas enfrentam dificuldades de acesso às tecnologias e suas vantagens.

Inovação na prática é integração, nesse caso, dos ambientes da cidade e das pessoas, porque isso melhora as conexões e cria outra realidade. 

Quer saber mais? Acesse o site da 1Doc e confira as soluções oferecidas.

Leia mais notícias da 1Doc clicando aqui.

Texto: Daíse Carvalho

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais