Desconfie do pouco esforço e muito resultado

Não é de hoje que eu empreendo. Comecei minha jornada muito antes de a Híbrido existir. Para quem me vê hoje, à frente de uma scale-up bem-sucedida, que cresce de forma sustentável com capital próprio, pode parecer fácil ter chegado até aqui, como muitas vezes parece simples quando olhamos para as histórias romantizadas das redes sociais.

Mas não é por acaso que escolhi esse título para o meu primeiro artigo aqui no portal. Quero iniciar minha trajetória de colunista no Economia SC não destacando aquilo que você pode ter como primeira impressão ao acessar meu Linkedin. Meu desejo é que você conheça um pouco do outro lado do empreendedorismo e que ele possa, de alguma forma, te ajudar caso esteja iniciando ou queira começar a empreender.

Antes da Híbrido eu tive outros negócios. E quebrei seis startups. O que muita gente esconderia em seu currículo eu faço questão de mostrar porque é parte essencial da minha história e me proporcionou aprendizados cruciais que garantem o sucesso que colhemos hoje.

Portanto, antes de qualquer coisa, desconfie do pouco esforço e muito resultado. Porque, via de regra, não é assim que o mercado funciona. Empreender exige resiliência em um grau pouco absorvido por muita gente. Exige dedicação diária e estudo constante. E ainda assim, é uma jornada que nem sempre pode dar certo. Mas existem alguns fatores, com os quais aprendi muito nos últimos anos, que são cruciais para empreendedores e lideranças.

Em um podcast recente, falei sobre o que indico a quem está iniciando um projeto de e-commerce e compartilho aqui o que penso ser essencial em qualquer negócio. A primeira questão é: aprenda com os erros. Se durante o meu processo de empreender eu não tivesse absorvido os erros que cometi em outros negócios, não iria comemorar boas conquistas hoje nem teria ao meu lado sócios e profissionais com os quais me orgulho de trabalhar.

Outro fator é: tenha mentalidade de startup. Isso significa absorver rapidamente os erros para mudar o percurso. Significa entender a inovação como fator crucial para o desenvolvimento de novos projetos e o crescimento da empresa. Leia-se inovação não como um fator exclusivamente ligado à tecnologia. Ela pode ser a mudança em um processo, um ajuste de rotina para mais produtividade.

Não hesite em falar com o seu cliente desde o primeiro dia de trabalho. Ouça o que ele tem a dizer e construa o relacionamento desde o princípio, não adianta chegar ao fim do projeto para, só então, ouvir ou tentar convencer o cliente de que você é o melhor fornecedor para continuar o trabalho com ele.

Apanhar com as derrapadas e aprender a levantar em cada uma delas nos traz maturidade. E esse é um fator essencial no mercado. Esqueça as ideias mirabolantes: foque em um plano de negócios que o mantenha com os pés no chão e o permita evoluir, com um passo de cada vez. Comece, ajuste, aprenda.
E, por fim, empodere.

Dê autonomia para as pessoas, para que elas possam se desenvolver e crescer junto com o seu negócio. E seja exemplo, se apropriando de todo o conhecimento disponível, inclusive online, gratuito. Deixar de lado a visão romantizada do empreendedorismo e entender que o resultado só vem a partir de muito esforço, erros e aprendizados, garantirá sua maturidade enquanto empreendedor. E tornará o seu negócio útil, flexível e inteligente para seguir firme no mercado.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais