Transformação digital no franchising: a tecnologia deve estar no centro do planejamento estratégico da rede

A transformação digital aplicada ao segmento de franquias foi o tema do painel do qual participei na ABF Franchising Week, maior evento do Brasil dedicado ao setor, que aconteceu em São Paulo (SP) entre os dias 20 e 24 de junho. O painel foi realizado a convite da direção da ABF e mediado por Tiago Pessoa de Mello, CPO da Stone, que é cliente da nossa plataforma.

Aproximadamente 65 mil pessoas visitaram a feira ao longo dos quatro dias de evento e 457 marcas estiveram lá, apresentando seus produtos e serviços. Estivemos presentes na estrutura montada pelo Grupo SMZTO, maior grupo de investimentos em franquias do país. Para a Yungas, foi uma oportunidade de conversar com várias redes, e inclusive de conhecer pessoalmente alguns clientes (esse foi, afinal, o primeiro grande evento do setor de franchising realizado depois do início da pandemia).

No painel, falei aos franqueadores sobre a importância de se contar com um bom programa de excelência em redes de franquias, assunto que já abordei anteriormente aqui na coluna. É por meio do programa de excelência, afinal, que a franqueadora ajuda seus franqueados a ter sucesso e, com o sucesso das unidades, vem o sucesso da rede como um todo.

Muitos franqueadores, porém, têm dificuldades justamente na execução do programa de excelência: uma vez elaborado o programa e definidos seus indicadores, como partir para a prática? Como acompanhar a evolução desses indicadores? E como desenvolver ações estratégicas e preventivas a partir disso?

Os franqueadores devem fornecer aos franqueados ferramentas tecnológicas voltadas ao programa de excelência, que possam ajudá-los na conquista de metas predeterminadas. O programa de excelência por si só, isolado em uma planilha de Excel, por exemplo, não vai ser efetivo: o franqueado não tem como acessar, engajar, acompanhar resultados em tempo real. Um sistema especializado permite padronizar, automatizar e mesmo gamificar o programa de excelência, e também, bonificar ou penalizar os franqueados de acordo com critérios específicos e justo, o que de fato incentiva a melhoria contínua das unidades.

Uma das perguntas feitas durante o painel foi a respeito do engajamento, um dos indicadores que usamos no programa de excelência da nossa plataforma: mesmo sendo de vital importância para a boa performance das redes, o engajamento normalmente não é medido ou analisado pela maioria dos franqueadores. Contextualizei, na apresentação, como a Yungas, por meio do programa de excelência e da tecnologia especializada por trás dele, ajuda a ampliar o engajamento e criar um melhor relacionamento entre franqueadores e franqueados.

O programa de excelência estruturado com o auxílio da tecnologia é um ótimo exemplo do que se trata a transformação digital, da qual tanto se fala no mercado nos últimos anos. A verdadeira transformação digital, afinal, passa pelo diagnóstico da situação da empresa, pelo alinhamento de objetivos relacionados, pela implementação da estratégia por meio da tecnologia, e por testes e análises constantes, com avaliações da evolução ou de eventuais pontos que ainda exigem melhorias.

Na nossa plataforma, temos indicadores consolidados (satisfação, engajamento, padronização e faturamento) que formam nosso programa de excelência, e por meio dos quais conseguimos mensurar como está a “saúde” de cada unidade de franquias, ajudando a franqueadora a tomar decisões mais acertadas. A aplicação da tecnologia, afinal, de nada serve se não estiver associada a um planejamento estratégico baseado nos pilares da empresa.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais