Como hackear seu cérebro e se tornar mais criativo

Encerrei artigo anterior com uma frase de Albert Einstein: “alógica pode levar de um ponto A a um ponto B. A imaginação pode levar a qualquer lugar”. Não era spoiler desse artigo, mas sim para deixar uma provocação inconsciente para o seu cérebro.

Se você tentou se desafiar a pensar em futuros diferentes, deve ter passado por sua cabeça: “me falta imaginação e criatividade” ou “tá difícil imaginar”. Tem algo errado? Sim e não.

Não, porque nosso cérebro é igual ao Jaiminho (carteiro da série Chaves), ele só quer evitar a fadiga. Isso mesmo! Nosso cérebro é preguiçoso e faz de tudo para não gastar energia e usar a criatividade e imaginação gasta muita energia.

Essa economia de energia faz com que a gente fique preso na nossa bolha, no nosso viés e nos levar para um “mundinho de Alice: para quem não sabe aonde vai, qualquer caminho serve”, ou então para o “mundinho do Hardy (desenho da Hanna Barbera, só os antigos vão lembrar): oh céus, oh vida, oh azar”.

Mas então como sair dessa bolha ou quebrar o viés Hamada? A resposta é simples, mesmo porque não sou nenhum neurocientista para tentar explicar tecnicamente como funciona, mas posso compartilhar minha experiência.

Comece a hackear seu cérebro e uma boa ajuda é o livro: Rápido e Devagar: duas formas de pensar, do Daniel Kahneman. Tenho certeza de que a leitura desse livro vai mudar a forma como você pensa e toma decisões.

Outra dica é, imaginação e criatividade não são dons naturais, todos nós temos e podemos desenvolver ainda mais, alguns utilizam mais outros menos, alguns ambientes ajudam mais e outros menos.

Então tente se expor a ambientes, atividades e hobbies diferentes e comece a liberar a imaginação e criatividade que existe em você.

Então, bóra usar a imaginação para pensar além e a criatividade para tornar isso possível!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência, mas você pode optar por não permitir, se desejar. Entendi Saiba mais